Primeira infância: a educação muito além do brincar

É natural que a família se preocupe com a qualidade na educação das crianças. Mas, muitos ainda têm a ideia de que, naprimeira infância, elas vão à escola apenas para desenvolver atividades de recreação, quando a verdade é que, nesta fase, a educação vai muito além do brincar.

 

No entanto, precisamos ter em mente que, além da parte lúdica, que é fundamental para as crianças, nessa fase da vida, as escolas também desenvolvem com seus alunos propostas pedagógicas, que são levadas para as salas de aula com uma conotação de afeto e sensibilidade para saber lidar com esse momento tão especial.

 

Inclusive, alguns estudos recentes apontam que vínculos familiares e ambientes saudáveis são essenciais, ainda na primeira infância, para desenvolver características cerebrais que estarão presentes em adultos autônomos e conscientes.

 

Por isso, ao escolher a escola para seus filhos, saibam da importância em conhecer o projeto pedagógico da escola, seus ideais e metodologias. Mas, muito além disso, é fundamental que a família e a criança se identifiquem com a proposta e com os valores dessa nova escola!

 

Tudo isso pode garantir às crianças um desenvolvimento pleno para que as crianças tenham um desenvolvimento saudável, tendo a família como aliada em seu processo educacional.

“É fundamental que a família tenha consciência de que na Educação Infantil os alunos são atendidos por profissionais graduados e preparados para estimular as crianças no mais alto grau, com afeto e profissionalismo. Por isso, quando escolhemos a escola para uma criança, é importante estar ciente de que elas não vão para o colégio apenas para brincar, mas para iniciar seu processo educacional, porque a bagagem pedagógica é importante na primeira infância, pois não se trabalha apenas o aprendizado das vogais e consoantes, mas, a inteligência emocional dos alunos”, garante a psicopedagoga Giuliana De Luca.